• Guilherme Fernando Ferrari

Planilha de Estoque | Controle Inventário | Entrada e Saída


Os estoques são materiais e suprimentos que uma empresa utiliza para a produção de seu produto ou suprimir a necessidade da própria empresa.


Com isso, a área de estoques sempre vai ser um local de grande atenção da empresa , pois é onde esta concentrada a maior parte do capital da empresa. Em outras palavras, os estoques pode de uma despesa para a empresa se a utilização não for imediata, provavelmente não haverá tempo para estocar.


Tipos de Estoque:


Hoje todas as empresas procuram de uma forma ou de outra, a obtenção de uma vantagem competitiva em relação a seus concorrentes , e a oportunidade de atendê-los prontamente, no momento e na quantidade desejada, é grande mente facilitada com a administração eficaz dos estoques. Todos os materiais armazenados que a empresa compra para usar no processo produtivo fazem parte do estoque matérias-primas, independentemente de serem materiais diretos, que se incorporam ao produto final, ou indiretos, que não se incorporam ao produto final. Assim, segue abaixo os tipos de estoques:


  • Estoques para produção: matéria-prima e/ou componentes que integrem o produto final;

  • Estoques para manutenção, reparo e operação: materiais destinados à continuidade do processo produtivo/comercial da empresa e não integram o produto final;

  • Estoques de produtos semiacabados: materiais em processo de fabricação;

  • Estoques de produtos acabados: materiais já fabricados e prontos para venda;

  • Estoques de materiais administrativos: são materiais de aplicação geral, como lápis, caneta, entre outros;

  • Estoques relacionados à sua composição física: estoque sujeito a resfriamento (laticínios, aves, entre outros);

  • Estoques secos: sapatos, livros, lápis, entre outros.Estoques líquidos: tintas, combustíveis, entre outros;

  • Estoques diversos: os que requeiram acondicionamento especial, como botijões de gás.

Link para download: Planilha de Controle de Estoque

Quer mais? Acesse a relação de planilhas o site.

Para facilitar o processo de controle do inventário de estoque, segue o tutorial.


  1. Inserir o código do produto, estoque mínimo de cada item e o depósito do estoque;

  2. Consultar a Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM) é uma convenção de categorização de mercadorias adotada desde 1995 pelo Uruguai, Paraguai, Brasil e Argentina e que toma por base o Sistema Harmonizado (SH). Este sistema de nomenclatura foi criado a fim de melhorar e facilitar o crescimento do comércio internacional, facilitando também a criação e comparação de estatísticas. A Venezuela assinou o protocolo de adesão ao Mercosul em 2006 fazendo parte do bloco;

  3. Insira a unidade de medida do item;

  4. Informe o código de entrada (compra), a data, número da nota fiscal, custo unitário, quantidade e o fornecedor;

  5. Para a saída (venda) deve-se informar os mesmos campos, porém o custo unitário será calculado pelo custo médio do item;

  6. O saldo do estoque será destacado em vermelho se ele está abaixo do mínimo ou laranja se está no limite mínimo para o produto;

  7. Imprima os dados consolidados, salve em arquivo em .PDF para arquivo mensal.

Quer desbloquear o arquivo? Siga o passo a passo.

Críticas e Sugestões? Entre em contato ou mantenha-se conectado nas redes sociais.

#controle #estoque

3,404 visualizações

© 2014-2020 Função Contábil | Planilhas de Contabilidade 

  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • YouTube ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • RSS ícone social